segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Orientação Espacial e Temporal através da Atividade Física



Desde o seu nascimento, a criança se movimenta e é curiosa. A ação educativa, durante os primeiros anos da educação infantil, emprega o conhecimento e o controle de seu próprio corpo, descobrindo e desenvolvendo suas habilidades de maneiras distintas e em situações lúdicas da vida cotidiana.

A educação física infantil visa à criação de condições para satisfazer as necessidades da criança, oferecendo um clima de bem estar físico, afetivo-social e intelectual, sistematizando conteúdos lúdicos, que sejam capazes de despertar a sua curiosidade e promover criatividade e espontaneidade, estimulando novas descobertas e o estabelecimento de novas relações. Tem ainda como objetivo auxiliar o desenvolvimento integral da mesma, trabalhando conjuntamente com os professores e pais, para alcançar tais metas.

As novas tecnologias de comunicação, e consequente aumento da carga de trabalho dos pais, muitas vezes, pode acabar por prejudicar o desenvolvimento da criança. Isso porque ela tende a ficar mais tempo na frente da TV ou de aparelhos eletrônicos em geral. Não querendo, é claro, desmerecer os benefícios que tal tecnologia nos proporciona, devemos ter em mente que as crianças devem brincar, correr, saltar, cantar, expressar-se, etc.

O auxílio do professor é de fundamental importância para a construção de uma autoimagem positiva, mediante a exploração de diferentes movimentos e posturas do corpo. É importante, também, ressaltar que o objetivo não é a formação de futuros atletas, mas, se essa for a opção da criança, que seja feita de maneira consciente através do que ela vivenciou anteriormente. As atividades devem ser propostas de acordo com a idade dos alunos e, principalmente, com o grau de desenvolvimento motor e cognitivo em que eles se encontram.

Sob uma perspectiva teórica que Krebs (1995) denomina Teoria da Especialização Motora, a educação física, integrada à educação infantil, deve ter muitos sentidos, respeitando as necessidades das crianças com relação a si mesma, aos outros e ao mundo.


Elas são muito ativas e, por meio dos movimentos, experimentam suas possibilidades e seus limites motores. A educação física tem como característica trabalhar seus movimentos mais amplos, ajudando-as a compreender seu corpo, podendo adquirir a autoconfiança necessária à sua autonomia, e seu objetivo deve ser a organização da motricidade da criança, por meio de um programa educacional que atenda aos seus interesses, buscando a harmonia entre as necessidades individuais e do grupo, com atividades lúdicas, desenvolvendo a consciência corporal, de espaço e tempo.

Com o objetivo de mostrar que a atuação do professor é de fundamental importância para que a criança possa construir uma imagem positiva de si mesma, mediante a exploração de diferentes movimentos e posturas do corpo, e para que seja despertada a sua curiosidade e criatividade, estimulando novas descobertas, o CPT –
Centro de Produções Técnicas, elaborou o curso “Educação Física Infantil”, no qual você receberá informações do Professor Rodrigo William Ferreira, especialista em educação física infantil.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-Line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Ao final da educação infantil, a criança deverá ser capaz de realizar, eficientemente bem, movimentos considerados fundamentais, como a manipulação (pegar, lançar, chutar, entre outros); locomoção (andar, correr, pular, entre outros) e estabilização (equilíbrio, cambalhota, parada de mão, entre outros). Devemos ter sempre bem definidos os objetivos nessa etapa da educação.


Fonte: CPT  - www.cpt.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário